Jiu-Jitsu

Felipe Monsanto

Jiu-Jitsu

O que hoje conhecemos como Jiu-Jitsu tem sua origem na Índia há mais de 2.000 anos atrás. Monges budistas começaram a desenvolver técnicas de defesa pessoal corporal, pois a religião não permitia o uso de armas. Essas técnicas passaram pela China antes de chegar ao Japão e depois foram espalhadas pelo mundo na forma que conhecemos por judô. O primeiro, no Brasil a aprender esta modalidade, foi Carlos Gracie, filho de um diplomata escocês que vivia em Belém do Pará, e muito ajudou o imigrante japonês Mitsuyo Maeda, também conhecido como Conde Koma. Foi ele que ensinou o que não se podia ensinar aos ocidentais: O Jiu-jitsu. Carlos ensinou aos irmãos George, Gastão, Oswaldo e Helio Gracie e a muitos outros alunos. Dentre todos o que mais se destacou foi Helio. Era o mais novo e mais fraco, e proibido pelos médicos de fazer atividade física por ser "franzino". Por conta da sua dificuldade e desvantagem física, Helio começou a desenvolver formas de praticar e fazer os movimentos de forma a não precisar de força, mas sim usando a técnica das alavancas. Criou assim uma técnica nova, que hoje conhecemos por Brazilian Jiu-Jitsu, mas que alguns praticantes da velha escola ainda preferem chamar de Gracie Jiu-Jitsu. Helio Gracie junto com os irmãos desafiaram todas as modalidades e principalmente todos os "valentões" da época e venceram praticamente todos os confrontos. Helio ensinou aos filhos, sobrinhos e muitos alunos no Brasil, entre ele alguns presidentes da República e pessoas muito importantes no Brasil.
Helio também criou a primeira federação do mundo desta modalidade e foi seu presidente por muitos anos. A FJJRIO que hoje é presidida pelo seu sobrinho o Grande Mestre Carlos Robson Gracie, faixa vermelha 9º grau. O Jiu-jitsu do Grande Mestre Helio Gracie e seus irmãos deste então segue crescendo mundo afora e conquistando novos adeptos de todas as idades e ambos os sexos. Se não estou enganado, Portugal é o país da Europa onde a modalidade está mais desenvolvida e tem mais praticantes. O campeonato Europeu da IBJJF que é realizado em Portugal desde a sua primeira edição teve no ano passado mais de 2.700 participantes e recebeu competidores do mundo inteiro. Eu, fui aluno direto do Grande Mestre Helio Gracie e de seus filhos Rickson, Royler e Rolker Gracie. Treino na Academia Gracie Humaitá (Academia do Grande Mestre Helio Gracie) desde 1985. Sou faixa-preta graduado pelo Mestre Rolker Gracie e pela FJJRIO. Minha proposta é ensinar o Jiu-jitsu competitivo e suas técnicas de defesa pessoal para homens e mulheres a partir dos 8 anos de idade. Sempre ensinando junto com a técnicas os valores e filosofia da prática: respeito, lealdade, humildade, dedicação, espírito de grupo, honestidade e retidão dentro e fora do tatame. Enfim, o Jiu-jitsu aplicado na vida cotidiana.
1O que quer dizer Jiu-Jitsu e qual é a sua origem?
Jiu-jítsu, jujitsu ou jujutsu (em japonês: 柔術, transl. jū, "suavidade", "brandura", e jutsu, "arte", "técnica"), é uma arte marcial japonesa (Budô) que utiliza como principais técnicas golpes de alavancas, torções e pressões para derrubar e dominar um oponente. Sua origem não pode ser apontada com total certeza, o que se sabe por certo é que seu principal ambiente de desenvolvimento e refino foi nas escolas de samurais, a casta guerreira do Japão. Contudo, é muito aceita entre a comunidade dos praticantes, mestres e estudiosos da modalidade, que tais técnicas começaram a ser desenvolvidas na ìndia entre os anos 2000 e 2500 A.C. por Monges Budistas que precisavam se defender, e a religião Budista não permitia o uso de armas. Estas técnicas foram levadas para a China e depois para o Japão, onde foram ainda mais desenvolvidas e aprimoradas.
2O que é o Jiu-Jitsu Brasileiro?
É uma variação mais moderna e que emprega o uso de alavancas, desequilibrios e técnicas onde o praticante mais fraco pode vencer o mais forte. O imigrante japonês Mitsuo Maeda (Conde Koma) foi enviado ao Brasil pelo seu Mestre Gigoro Kano para ensinar e difundir o Judô (forma olímpica do Jiu-Jitsu). Acabou por ensinar o que não podia ao filho mais velho, Carlos Gracie, de um diplomata que vivia no Brasil. O Grande Mestre Carlos Gracie ensinou as técnicas aprendidas com o Mestre Japonês aos irmãos mais novos muitos outros alunos. O Irmâo mais novo, Hélio Gracie, era uma criança fraca e proibida pelos médicos de praticar esortes e mesmo fazer força. Por conta desta condição o Grande Mestre Helio Gracie acabou por desenvolver técnicas de alavancas ainda mais elaboradas e efeicientes. Inicia-se aqui uma "nova escola" da modalidade que conhecemos hoje por Jiu-Jitsu Brasileiro ou Brazilian Jiu-Jitsu. Alguns praticantes e mestres da "Old School" ainda preferem usar o termo Gracie Jiu-Jitsu, em respeito a família que criou e segue difundindo e ensinando esta técnica, bem como sua filosofia e disciplina no Brasil e no mundo.
3O Jiu-jitsu é desporto ou defesa pessoal?
Todo praticante deve aprender junto com as técnicas e regras de competição, as técnicas de defesa pessoal que vão desde a defesa de golpes mais básicos até a defesa de ataques com facas e armas. Na parte de competição as regras são baseadas em pontuação ou submissão. Jiu-jitsu é defesa pessoal e desporto. Portugal é, provavelmente, o país na Europa onde esta modalidade esta mais desenvolvida. Aqui existem representantes das principais e mais importantes escolas de Jiu-Jitsu Brasileiro. Além disso o Campeonato Europeu da federação internacional (IBJJF) da modalidade é realizado em Portugal. Já são 14 anos desde a sua primeira edição e contou com 3.800 competidores do mundo inteiro em 2017.
4Quem pode (e deve) praticar Jiu-Jitsu?
Crianças desde os 6 anos de idade já podem dar os primeiros passos no esporte. E também os primeiros rolamentos. No Brasil, os Grandes Mestres Carlos e Helio Gracie se mantiveram dentro dos tatames mesmo depois dos 90 anos de idade, dando aulas e seminários. Não é difícil ver no Brasil praticantes com mais de 60 anos ainda "na ativa". Existe uma lenda urbana no Rio de Janeiro (Berço do Gracie Jiu-Jitsu) que diz: - "É melhor saber e nunca precisar usar do que não saber e precisar..." Existe uma forma de pratica para cada tipo de aluno. Dos 6 aos 60 anos qualquer pessoa com boa saúde pode praticar jiu-jitsu. Envie um email e solicite UMA AULA EXPERIMENTAL GRÀTIS: felipemonsanto8@gmail.com
5Quais os riscos e benefícios?
Como o próprio nome já diz (em japonês: 柔術, transl. jū, "suavidade", "brandura", e jutsu, "arte", "técnica") os casos de lesões graves são muito raros entre os praticantes. Uma pancada leve vez por outra... Nada além do que pode nos acontecer no dia-a-dia cotidiano. Os benefícios da prática são visíveis em qualquer idade: tonus muscular, equilíbrio motor e psicológigo, maior sociabilidade, auto-confiança, melhora do desempenho escolar, maior concentração, alongamento, fortalecimento de musculos, tendões e articulações. Além de colaborar no desenvolvimento e prática de outras modalidades esportivas.